Make your own free website on Tripod.com

Vasectomia



1. O que é vasectomia

A vasectomia é a ligadura dos canais deferentes no homem. É uma pequena cirurgia feita com anestesia local em cima do escroto (saco). Não precisa de internação. É uma cirurgia de esterilização voluntária definitiva e, por isto, o homem tem de ter certeza absoluta que nunca mais poderá ter filhos.

A vasectomia é uma pequena cirurgia que impede a liberação de espermatozóides pelo homem, impossibilitando assim a gravidez. Portanto é um método anticoncepcional para os homens. Trata-se de uma cirurgia que interrompe o canal de passagem do espermatozóide para fora do organismo. É um procedimento bastante simples onde as vias de saída dos espermatozóides no saco escrotal são cortadas.

Esse é considerado um método anticoncepcional definitivo já que nem sempre a reversão é possível, por isso só é recomendado apenas para quem já tem filhos e realmente tenha certeza que não quer outros.

Mesmo com a interrupção da saída dos espermatozóides, o homem continua ejaculando, liberando os líquidos produzidos nas vesículas seminais e na próstata.

A eficácia da vasectomia é de 0,1%, ou seja, de todos as cirurgias que são feitas, de cada 1000, 1 tem chance de falhar, ou seja, uma gravidez pode ocorrer. Isto pode acontecer devido ao não zeramento no exame de espermograma, ou até mesmo religamento dos canais deferentes.

Alguns tabus assustam os homens que pretendem submeter-se à vasectomia. Entre eles, o que mais preocupa é a impotência. Segundo os médicos, essa possibilidade não tem fundamentação científica. Outros mitos que não precisam ser levados a sério: a vasectomia não engorda e nem provoca câncer.

2. Localização do canal deferente

orgaos sexuais
localizacao

(A). Vesícula seminal

(B). Próstata

(C). Canal deferente

(D). Epidídimio

(E). Testículo

3. A indicação da cirurgia

A vasectomia é indicada como um método contraceptivo com 100% de sucesso. Desde que realizada adequadamente. Um outro objetivo da cirurgia é proteger o epidídimio (que armazena e capacita os espermatozóides) e o testículo de infecções que podem descer de outros órgãos genitais, como próstata, bexiga.

4. Os passos da cirurgia

A cirurgia dura cerca de 10 minutos.

passo a

Após uma anestesia local, é feito um pequeno corte na raiz da bolsa escrotal. A cirurgia não exige internação prévia no hospital.

passo b

O canal deferente, responsável pela passagem do sêmen desde o testículo até o pênis, é isolado com pinças para facilitar o corte.

passo c

São feitos dois nós com fios especiais no canal deferente para que o líquido não vase. Os nós permanecem depois da cirurgia.

passo d

Para interromper a passagem do espermatozóide, o canal tem que ser cortado, retirando-se um pequeno pedaço, e amarrado.




Depois da anestesia local, é feito um corte de até dois centímetros na raiz da bolsa escrotal.

O canal deferente, responsável pela passagem do sêmen desde o testículo até o pênis, é isolado com uma pinça.

São feitos dois nós com fios especiais no canal deferente para que o líquido não se espalhe.

Para interromper a passagem do espermatozóide, corta-se e retira-se um pequeno pedaço do canal deferente.



5. O ciclo do espermatozóide

ciclo 1

No testículo exócrino, a célula germinativa (espermatozóide) é produzida.

ciclo 2

O espermatozóide sai do testículo parado, sem movimento. No epidídimio, ele adquire mobilidade e é capacitado para fecundar.

ciclo 3

O fluído produzido pela vesícula seminal garante a nutrição e a alcalinidade do líquido seminal.

ciclo 4

A próstata complementa o líquido ejaculado com um líquido rico em substâncias, como lipídios, hormônios, micronutrientes.

6. O que acontece após a cirurgia

Ocorre a absorção do espermatozóide pelo organismo. Os espermatozóides que deixam de ser expulsos do organismo no mecanismo da ejaculação passam a ser destruídos por células do sistema imunológico.

A proteína dos espermatozóides passa para a circulação sangüínea e provoca uma resposta imunológica do corpo.

A longo prazo, cria-se um problema chamado de "Infertilidade imunológica" no caso de o paciente se arrepender. Mesmo fazendo uma reversão e religando o canal deferente, o organismo continuará a estranhar a proteína e matará os espermatozóides.

A proteína do espermatozóide, depois de a célula ter sido destruída pelos leucócitos do sangue, promove a formação de substâncias de defesa contra ela. Isto estabelece a infertilidade imunológica, que vai aumentando ao longo do tempo.

Quando o homem pretende reverter a vasectomia, o líquido seminal está cheio destas substâncias.

cirug 1

Como as células germinativas deixam de ser expulsas do organismo na ejaculação, são absorvidas pela circulação sanguínea. Células do sangue, os leucócitos, ficam responsáveis por destruí-las.

cirug 2

Depois de absorvida e eliminada por células do corpo, a proteína que fica no sangue da célula germinativa (espermatozóide) começa a promover reações de defesa no corpo.


1. Os espermatozóides que deixam de ser expulsos do organismo passam a ser destruídos por células do sistema imunológico.


2. A proteína dos espermatozóides passa para a circulação sangüínea e provoca uma resposta imunológica.


3. Infertilidade imunológica: a longo prazo, cria-se um problema no caso de o paciente se arrepender. Mesmo fazendo uma reversão e religando o canal deferente, o organismo continuará a estranhar a proteína e matará os espermatozóides.

Após a cirurgia, como cuidados pós-operatório, durante uma semana deve-se evitar relações sexuais, esportes ou esforços físicos que possam prejudicar a cicatrização e a recuperação.

canal cortado

7. A reversão da vasectomia

Quem pode fazer a reversão da vasectomia?

Pode-se fazer uma microcirurgia para reverter a esterilização masculina efetivada pela vasectomia nos homens que uma vez decidiram não ter mais filhos e escolheram a vasectomia como método contraceptivo, e se arrependeram ao retomarem o interesse em gerar filhos.

É o caso de homens divorciados que já fizeram a cirurgia de esterilização e buscam a possibilidade de ter mais filhos depois que encontraram uma nova parceira.

Todo homem que fez vasectomia e se arrependeu pode fazer a reversão.

Quanto tempo dura a cirurgia de reversão?

Quanto a duração da cirurgia ela leva no mínimo 2 horas e 30 minutos e pode durar até 8 horas. A internação é de 24 horas. O paciente deve evitar exercícios físicos e relações sexuais durante uma semana.

Como é feita a cirurgia de reversão?

reversao1
Depois de uma anestesia peridural ou geral, é feito um corte de até dois centímetros na raiz da bolsa escrotal.

reversao2
O canal deferente é preparado para ser religado. Amostras são coletadas para verificar a presença de espermatozóides.

reversao3
As extremidades do canal deferente são religadas. Os médicos usam fios com espessura menor que de um fio de cabelo.

reversao4
O canal deferente é novamente restaurado, permitindo novamente a passagem dos espermatozóides.

prevencao 1

As extremidades do canal deferente são unidas permitindo a passagem do espermatozóide. A produção de células germinativas, antes reduzida, volta ao normal. Mas apenas 50% dos casos de reversão até cinco anos da cirurgia conseguem manter o espermatozóide saudável.

prevencao 2

Quando exames constatam a infertilidade imunológica (rejeição natural ao espermatozóide), há medicamentos que buscam reverter o processo criado para defender o organismo do "corpo estranho". Esses tratamentos químicos podem aumentar as chances de sucesso da cirurgia de reversão.

8. Cuidados a tomar depois da cirugia de reversão

Depois da cirurgia, durante as três ou quatro primeiras semanas do pós-operatório, é aconselhável manter relações sexuais ainda com preservativo. Pode haver espermatozóides acumulados no que se chama de ampola do deferente (lugar onde as células germinativas ficam armazenadas).

Para ter total segurança, o conselho é voltar à atividade sexual sem outros métodos contraceptivos depois de o espermograma (exame que avalia a quantidade de células germinativas no sangue) revelar a ausência total de espermatozóide. O prazo médio é de 25 dias.

9. Chances de recuperar a capacidade reprodutiva

Verifique quais as chances de um homem recuperar a capacidade reprodutiva após a reversão. O sucesso depende de há quanto tempo foi feita a vasectomia.

anos de vasectomia chance de recuperação
até 3 anos 75%
até 8 anos 53%
mais de 10 anos 30%
Fonte de texto e imagens: Correio Braziliense
ir para o topo da página