Make your own free website on Tripod.com

Sífilis

Forma de Contágio

A transmissão é em sua maioria pelo contato sexual, além da transmissão da mãe para o feto durante a gestação.

Agente etiológico (causador)

Treponema pallidum.

Sintomas principais

A sífilis é uma doença infecciosa, sistêmica, de evolução crônica, sujeita a surtos de agudização e períodos de latência. Clinicamente a sífilis classifica-se como primária, secundária, terciária e latente. Qualquer órgão do corpo pode estar comprometido no curso da doença, e por isto, os sintomas diferem em cada fase desta.

Sífilis primária (cancro duro)

Sintomas presntes: Caracteriza-se pela presença de lesão ulcerada, geralmente única, pouco dolorosa, base endurecida, fundo liso e com secreção serosa. A lesão aparece entre 10 a 3 meses, em média 21 dias após o contato sexual. Pode ocorrer adenopatias regionais (ínguas). A localização do cancro duro vai depender do local de contágio, podendo estar em áreas genital, anal, oral e mesmo em outros lugares, desaparecendo espontaneamente após 3 semanas sem deixar cicratrizes. Isso não significa a cura pois a doença continua evoluindo e a pessoa a transmitindo.


Sífilis sedundária

Sintomas presentes: Presença de lesões cutâneo-mucosas, não ulceradas, após 5 a 8 semanas do desaparecimento do cancro duro. Dentre estas lesões são comuns as manchas eritrematosas (roséolas), alopécias (queda de cabelo), e outras que podem se manifestar em toda a pele, mucosas e pêlos. Podem ocorrer poliadenopatias generalizadas (ínguas), bem como comprometimento de órgãos internos.


Sífilis latente

É a forma da sífilis adquirida na qual não se observam sinais e sintomas clínicos, e portanto, tem o seu diagnóstico feito através de testes sorológicos.


Sífilis terciária

Os sinais e sintomas geralmente ocorrem após 3 a 12 anos de infecção, principalmente lesões cutâneo-mucosas, neurológicas, cardiovasculares, articulares e mesmo morte.


Sífilis congênita

Doença transmitida da mãe para o feto através da placenta. Em qualquer período da gestação, o feto pode ser infectado, causando morte ou levando a abortamento, parto prematuro, retardo do crescimento do feto, comprometimento clínico do recém-nascido logo após o nascimento ou mesmo posteriormente.


Perspectivas de cura

A sífilis é uma doença que pode aparecder em forma assintomática, por isso deve ser sempre investigada, tendo 100% de cura quando tratada corretamente.