Make your own free website on Tripod.com

Circuncisão

        A figura abaixo mostra o prepúcio de um homem sendo retraído passivamente, como para se fazer uma higiene local. O movimento na ereção do pênis e no intercurso sexual é semelhante, exceto pelas dobras que aparecem na figura.

        A circuncisão remove o prepúcio que é uma pele ricamente enervada, modificando a estrutura do pênis e corrompendo inteiramente as extraordinárias funções desempenhadas por cada uma das partes que compõem o pênis.

 

1. Quais as funções do prepúcio

        Esta lista pretende ser bem inclusiva e apresenta as 17 funções do prepúcio em ordem descendente da importância.

1.

Possibilitar o prazer erótico que é obtido através da faixa enrugada (que cobre a cabeça do pênis) e dos corpúsculos de Meissner do sulco do pênis (aquela borda entre a cabeça e o eixo do pênis)

2.

Possibilitar o aumento do pênis pelo deslizamento do prepúcio sobre o eixo do pênis, no intercurso e na masturbação

3.

Impedir a dispareunia (intercurso doloroso) para o homem

4.

Estimular o orifício do parceiro, dando prazer erótico a ele

5.

Diminuir a tensão exercida sobre o pênis no ato da penetração, isto é conseguido pelo mecanismo de deslizamento

6.

Armazenar feronômios e liberá-los no estado de "tesão"

feronômio: Um hormônio sexual com capacidade de despertar e atrair o interesse sexual do parceiro

7.

Armazenar e liberar lubrificantes naturais (esmega e líquido pré-ejaculatório)

esmegma: uma secreção natural de umidade e de óleos da pele da dobra  interna do prepúcio. Se ficar reservado por muito tempo pode ter um aroma forte e desagradável, comparado geralmente ao queijo (a peixe nas mulheres). Este lubrificante contém feronômios e talvez atividade bacteriostática (matar bactéria). A quantidade produzida de esmegma varia, mas é comparável a da cera do ouvido. A palavra esmegma vem do grego e significava originalmente "sabão".

8.

Descobrir parcial ou totalmente a glande (cabeça do pênis) quando da ereção, explicitando assim que está ocorrendo o "tesão"

9.

Fazer contato com a parede do orifício do parceiro e estancar o retorno do sêmen ejaculado

10.

Impedir a glande de tornar-se queratinizada (endurecida, seca e sem flexibilidade) e sustentar que a glande permaneça  macia e úmida

11.

Proteger a glande de ferir-se por descamação, escoriação, queimadura ou qualquer outra possibilidade de ferimento

12.

Proteger os nervos do glande, retendo sua função erótica

13.

Nos recém-nascidos e na primeira infância, proteger o canal da uretra de contaminação bacteriana e viral, estenose meatal, e outras infecções

14.

Fornecer hormônio lysosomes para a ação bacteriostática em torno da glande

15.

Proteger a glande de pigmentar-se  (bronzeado) pela ação do sol, ou mesmo de sofrer queimadura por exposição ao sol

16.

Proteger a glande  de queimadura por frio. Isto é possível devido a função vascular do prepúcio. O prepúcio é rico em ramificações com sangue que trazem calor aos tecidos da glande

17.

Fornecer pele para uso em eventuais cirurgias reconstrutivas, como no caso de enxerto do meato danificado (meato é o "olho" do pênis)

+?

Por que não? Permitir a colocação de "pierces", esconder jóias contrabandeadas, etc.

 

2. Quais as razões para não fazer a circuncisão

        Estas são as 46 (boas) razões para você não fazer a retirada do prepúcio do seu pênis (circuncisão) ou recomendar, incitar, concordar, permitir, apoiar ou orientar a fazer a retirada do prepúcio em outras pessoas, principalmente ao tratar-se de crianças.

        A maioria dos riscos aqui elencados são riscos pequenos. Os riscos em cor vermelha são os detrimentes, inevitáveis.

1. Infecção
2. Hemorragia
3. Dor/choque
4. Methemoglobinemia, danos de cérebro e possivelmente morte se o creme de EMLA for usado como anestésico num recém-nascido
5. Gangrena galopante
6. Cicatrizes ao glande ou à haste
7. Fissura/fístula uretral
8. Megalourethra de Scaphoid
9. Pênis enterrado
10. Oclusão do sistema venoso do pênis
11. Infecção do Intervalo Urinário
12. Inflamação do Meato (o "olho", o orifício do pênis)
13. Úlcera do Meato
14. Estenose (estreitamento) do Meato
15. Uma série de crescimentos papilomatosos em torno da ferida da circuncisão, pelo ataque do granuloma piogênico no pus
16. Eczema da glande e do meato
17. Edema do tecido local
18. Perda da sensibilidade/impotência
19. Volume reduzido do pênis já que muitos vasos sangüíneos foram subtraídos
20. Pode encurtar o pênis. Diversos especialistas publicaram que avaliando homens sem e com prepúcio, os homens circuncidados tiveram seus pênis eretos mais curtos do que  homens não circuncidados.
21. Ereções dolorosas
22. Reabertura da ferida na idade adulta
23. Aquecimento (esquentamento) da glande por atrito da cueca. A glande fica exposta e em contato com a roupa durante a atividade normal.
24. Produção de tecido da cicatriz, protuberância originada pelos pontos, levantamento de pele devido a mal-justaposição da pele que sobrou, ressaltos ou "fundos" feios da sutura, "colagem" em torção das partes unidas, causando um aspecto feio do pênis
25. Ruptura da integridade corporal (houve uma mutilação)
26. Ruptura do direitos humanos (crianças não foram consultadas se queriam ter seu prepúcio retirado; adultos não foram devidamente alertados e esclarecidos sobre os riscos e conseqüências)
27. Ruptura do direito de propriedade (o prepúcio lhe foi dado pela natureza, é seu, use-o)
28. Trauma psicológico devido a ter um pênis diferente do da maioria dos homens. Trauma social por preconceito devido a pertencer a algum grupo religioso ou étnico
29. Perda de um mecanismo que serve para estimular o parceiro e reter o sêmen no orifício dele após a ejaculação
30. Perda da pele para eventual cirurgia plástica para recuperação do meato
31. Impossibilidade de se praticar o "jogo" de colocar a cabeça do pênis dentro do prepúcio do outro
32. Perda da pele para a cirurgia plástica de hypospadias
33. Necessidade de usar maior quantidade de lubrificante para a masturbação ou o intercurso
34. Ulceração por ação do frio
35. Você corre o risco de continuar descontente com o seu pênis mesmo depois de retirar o prepúcio, talvez simplesmente o problema seja que as idéias que você tem a respeito de você mesmo não tenham evoluído como o prepúcio, assim como outras partes do corpo do homem, por milhares de anos. A natureza sabe o que estava fazendo quando pôs o prepúcio lá com a sua devida forma e finalidade. O prepúcio é uma obra-prima que estará sempre contente como ele é, você não
36. Custa um bom dinheiro uma cirurgia de circuncisão
37. Síndrome infantil repentina de morte (SIDS)
38. Retardamento do aleitamento materno até o restabelecimento mínimo do recém-nascido
39. Aumento do risco de contrair HIV
40. Aumento da possibilidade de contrair câncer da próstata devido a retirada de inervações, danificando a função da próstata na ejaculação
41. Impotência de origem orgânica ou psicológica
42. Balanite indicativa de diabetes
43. Camisinhas deslizam e saem de pênis circuncisados mais facilmente
44. Rejeição do parceiro devido o pênis estar "diferente"
45. Crianças recém-nascidas podem ser trocadas ou raptadas por ocasião do evento hospitalar de cirurgia de circuncisão
46. Você corre o risco de perder muitas "brincadeiras" com o seu pênis se retirar o seu prepúcio, talvez só lhe restará "brincar" com o prepúcio dos outros

3. Fotos comparativas entre pênis intactos e circuncisados

pênis intacto:     pênis circuncisado:  
  com_1     sem_1
         
  com_2     sem_2
         
  com_3     sem_3
         

        O prepúcio intacto, não ereto, se empurrado para trás, cai geralmente em dobras atrás da glande, a faixa enrugada fica acomodada no sulco e o freio fica exposto e ligeiramente tenso. Veja nestas duas figuras:

  com_4   com_5  

        O pênis circuncidado teve removido em maior ou menor quantidade as dobras, geralmente há uma remoção de toda a faixa enrugada. Compare estes dois pênis circuncidados com as duas figuras anteriores.

  sem_6   sem_7  


        A glande do pênis intacto é mais lustrosa e mais roxa, e permanece macia, como se pode observar abaixo:

pênis   pênis   pênis   pênis   pênis


        A glande do pênis circuncisado é seca e áspera por ter sido queratinisada pela exposição, como se pode observar abaixo:

pênis   pênis   pênis   pênis   pênis

        A circuncisão rompe os canais de sangue exteriores (próximo à superfície) do talo do pênis (compare a figura da esquerda com a da direita). O pênis intacto mostra as veias enquanto a circuncisão obstruiu as veias.

pênis pênis

Texto original em inglês em How the Foreskin Works

 

4. Antes de retirar cirurgicamente o prepúcio saiba que:

        a) A circuncisão causa sempre e sem nenhuma dúvida a perda irreparável do prazer sexual. Os homens circuncidados na idade adulta dizem que esta perda é por volta de 90%.

        b) A pessoa que nasceu e logo foi circuncidada geralmente diz que a circuncisão não afeta ou afeta apenas ligeiramente sua sexualidade, porém o fato é que uma vez que nunca experimentaram atividade sexual com a presença do prepúcio elas dão a sua opinião sem plena noção do que falam.

        c) A circuncisão não pode impedir o aparecimento do câncer do pênis. O câncer do pênis em homens circuncidados ocorre numa taxa maior ou se não na mesma taxa de ocorrência dos homens com pênis intactos.

        d) Ter um prepúcio não faz ser comum o aparecimento de infecção de nenhum tipo, logo retirar o prepúcio para evitar infecções não é justificativa. Uma causa de uma taxa de infecção mais elevada no pênis de bebês origina-se no fato que muitos pais querendo fazer a higiene, puxam o prepúcio do bebê para trás antes que ele esteja pronto. Isto é o que está causando a infecção, não o próprio prepúcio. Os pais devem estar cientes que o pênis natural, inteiro, intacto, não requer nenhum cuidado especial, e que puxar o prepúcio de bebês muito novos para trás é muito prejudicial. O prepúcio se retrairá quando estiver  pronto para isto, e até chegar este momento a natureza fará a auto-limpeza da região sob o prepúcio bem como da região do "olho".

        e) Os homens circuncidados têm probabilidade maior de adquirir disfunção erétil  (impotência). Explica-se isto pelo fato de que durante a operação de circuncisão o sistema de irrigação do sangue no pênis é alterado drasticamente, muitos vasos sangüíneos são destruídos. Desde que a ereção necessita do sangue, é fácil de ver porque isto é assim tão prejudicial. Mais importante, as disfunções eréteis podem ter origem na perda severa do prazer sexual que a circuncisão provoca já que partes cheias de nervos sensibilizantes são extirpadas, e pelo aumento contínuo com o passar do tempo da insensibilidade da glande devido ao formação de "calos" (queratina), uma forma da natureza proteger a glande sem prepúcio.

        f) A aparência de um pênis sem prepúcio é feia e doentia, anormal já que há "peças" faltantes.

        g) Geralmente a quantidade de pele de prepúcio que falta no pênis e que foi extraída na cirurgia de circuncisão no homem adulto chega a ser em alguns casos a da metade do tamanho do pênis ereto.

        h) Quase 90% de todos os homens no planeta têm seus prepúcios. Você não acha então que há algo a questionar quanto a prática indiscriminada da circuncisão?

Texto original em inglês em Bakehorn's Feelings on Circumcision


ir para o topo da página